Se for… Que seja!

“Se é pra aquecer que eu me faça sempre fogo.
Se é pra amanhecer, que me permita ser sempre verão.
Se é pra recomeçar que eu me sinta sempre dia, se é pra
iluminar que eu me veja sempre sol, e se eu me estilhaçar
que possam me transformar em estrelas porque se é pra
viver que seja sempre de explosões e se for pra arder que
seja sempre de vida!”
Erikah Azzevedo

Num momento onde tudo está se complicando e que me sinto assim meio que perdida, a ponto  de me estilhaçar em mil pedacinhos , vem a amiga Val com essa mensagem. Amei… Por isso estou dividindo-a com vocês.

Portanto, que eu seja Estrela, se for pra me estilhaçar… E mesmo em fragmentos aqui retornarei, amados!

Até breve, espero!

♪ …Gracias a la vida, que me ha dado tanto… ♪

Onde Deus possa me ouvir… E se não puder?

“Não sei para onde Deus me leva,
Mas sei que é Ele que me conduz.
Isto me basta”

Sabe o que eu queria agora, meu bem?
Ai, ai… Deixa quieto!
Em breve estarei voltando

Mas antes, cantemos…

♫ Onde Deus possa me ouvir ♫

Sabe o que eu queria agora, meu bem?
Sair chegar lá fora e encontrar alguém
Que não me dissesse nada
Não me perguntasse nada também
Que me oferecesse um colo ou um ombro
Onde eu desaguasse todo desengano
Mas a vida anda louca
As pessoas andam tristes
Meus amigos são amigos de ninguém.

Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?
Morar no interior do meu interior
Pra entender porque se agridem
Se empurram pro abismo
Se debatem, se combatem sem saber

Meu amor…
Deixa eu chorar até cansar
Me leve pra qualquer lugar
Aonde Deus possa me ouvir
Minha dor…
Eu não consigo compreender
Eu quero algo pra beber
Me deixe aqui pode sair.

Adeus…


Com a confiança de quem segue o caminho com a mesma Fé, apesar dos pesares…
E que mesmo assim aqui está pra lhe deixar um cadinho de amor…
Que seus dias sejam de paz e luz!
Fique com Deus!

Bjinhos com sabor de saudade

Companheiro…

Há dias venho ouvindo uma música que toca minha alma visivelmente e que gostaria de compartilhar com vocês…

 ♫ Companheiro ♫

 “Vai amigo

Não há perigo que hoje possa assustar

Não se iluda

Que nada muda se você não mudar

 Ponha alguma coisa na sacola

Não esqueça a viola

Mas esqueça o que puder

E cante que é bom viver

 Rasgue as coisas velhas da lembrança

Seja um pouco de criança

Faça tudo o que quiser

E cante que é bom viver.”

 Amados, realmente, nada muda se nós não mudarmos.

Por isso costumo dizer que devemos ser a mudança, quer seja de atitudes e/ou pensamentos, que gostaríamos de sentir no outro e na sociedade como um todo.

Rasquemos velhos hábitos e pré-conceitos que não nos levam a lugar algum, para darmos lugar a coisas novas. E se possível, cantemos, que é muito bom viver, visse!

Na certeza de que somos a esperança de uma vida plena, só posso desejar “dias melhores pra sempre”… Felicidades!

Agendando… O quê?

O que seria ter uma vida agendada? Simplesmente marcar todos os compromissos, será?

Reorganizar o tempo, sentimentos e vivências, quem sabe!?

A verdade é que já não vou perder tempo com quem não me dá do seu tempo… Significante! Significativo? Vai entender a alma feminina… É um exercício que vale a pena dedicar um pouco do seu tempo. Tente! E se conseguir decifrá-la será tão mais feliz que nem se importará com o tempo que perdeu, porque na verdade não houve perdas, mas ganhos…

E nesse revirar de ponteiros percebo que o tempo passou e que por motivos contrários a minha vontade estive ausente não só de mim mesma, mas dos últimos acontecimentos… E pensar que temos uma mulher na presidência, o que em outros tempos seria motivo de orgulho e otimismo, mas, atualmente, me falta tal perspectiva… Há sonhos. Falta-me esperança! Cansei de discursos e palavras vazias de significados. Quero ver ações significativas…

E assim vou seguindo…  Registrando os mais belos sonhos, os amores inesquecíveis, os amigos inigualáveis e as mais belas e doces lembranças. Mesmo não querendo, mas a vida se incube de escrever, também, os momentos de dor e tristeza… Haja vida!… Vivida e no vir-a-ser!

Tempo… Tempo… Tempo… O que você tem feito do seu?

Perder… Ganhar…

Simplesmente…

Vivê-lo!?