Única Razão…

 

E por falar em saudades… Onde anda você?

Razão do meu viver e que me deu vida por tão breve tempo… Por quê?

Agora estou a me perguntar qual será minha única razão? Não sei, mas ainda hei de encontrá-la…

Posso não saber, mas meu amigo Jaak Bosmans soube muitíssimo bem definir essa única razão através dos seus poemagens.

E hoje, num misto de tristeza e saudade, deixo o meu mais terno carinho pra esse amigo que, mesmo sendo virtual, soube transcender essa temporalidade espacial…

A magia das palavras tocou-me a alma e o trouxe pra vida real através de sua arte… Brigadinhu, poeta!

Anúncios