Tempo poético…


o alfabeto sai em festa
as letras se juntam
em comemoração
as palavras soltam vivas

dia especial
falem, pessoas
tagarelem
soltem as letras
que travam na garganta

vamos poetizar o amor
vamos dar prosas a paixão
vamos romancear a amizade
vamos escrever a crônica da vida

deixemos a poesia falar mais alto
em nome da beleza
do prazer
da emoção

versejem
rimem,
versem

as letras nos permitem
tamanha ousadia.

Ivanilton Tristão

Já que é assim, vamos que vamos reescrever a crônica da vida, poetizando o amor, romanceando a amizade e permitindo ao tempo, que o fluir das letras marquem horas, minutos, quiçá segundos de uma explosão literária nunca dantes vista cantada em prosas e versos o prazer de ser quem és e de permitir ao outro o seu desabrochar primaveril…

Que venha, não só o tempo poético, mas você também, meu bem querer, que é a poesia personificada num corpo de homem…

Pra não perder a prosa, dando vez à ousadinha, e muito menos a música, explodiria numa só voz, além da de Fafá de Belém, é claro ♫ …que me venha esse homem… ♫

E assim, na medida do possível, vencendo barreiras e destravando as emoções, vou transformando meu viver num grande e inesquecível sarau…

Esse é o tempo. O meu tempo. O seu tempo.

O nosso? Só o tempo dirá…

Poetize-o!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: